segunda-feira, 2 de abril de 2012

"Destralhando"

Como estou de férias, tenho aproveitado para destralhar a casa, desde roupa, acessórios, peças de decoração, enfim, tralhas, tralhas e mais tralhas! Não sei porquê, mas eu não me importo de fazer isto, passo um dia inteiro a fazê-lo e no dia seguinte ainda tenho a sensação que não destralhei o suficiente! Se me arrependo de destralhar tanto?? A verdade é que já me aconteceu arrepender-me de dar algumas coisas, mas penso que farão certamente mais falta a outras pessoas! E vocês, são muito apegadas às vossas tralhas?? Precisam de alguém que vá destralhar a vossa casa?? Caso precisem, digam-me!!

12 comentários:

Cláudia disse...

é fundamental termos esses "ataques" de vez em quando, caso contrário, perdemos a noção do que realmente temos.

Miss I. disse...

Bem ditos ataques! Isso é bem verdade, uma pessoa nem tem noção do que tem em casa!

Isa disse...

Eu também comecei as minhas férias fazendo como tu. Fora com as coisas que já não uso, só que tenho um problema, muitas vezes não sei onde doar as coisas! No que diz respeito às roupas dos meus filhos, coloquei tudo em caixas ou sacos (tenho 9 caixas e 7 sacos de 50l) e vou doar a um centro de emergência infantil.
No ano passado, fiz uma escolha nas minhas revistas de culinária, guardei as receitas interessantes e deitei fora o resto, fiz o mesmo com as revistas de ponto de cruz. Também já fiz a selecção das coisas da garagem e do arrumo do jardim, tirei o que não usava dos armários da cozinha coloquei em caixas de armazenamento e guardei na garagem, agora só falta passar em revista o meu guarda-fatos.
Bjs

Miss I. disse...

Ai foi?? Tiveste uma boa ideia, é mesmo necessário ir fazendo isto e assim faz-se logo no início das férias! A roupa, calçado, malas, acessórios, dou a centros de solidariedade ou ponho naquele contentor que há no continente, revistas deito tudo fora, peças de decoração ou mantas dou também a uma instituição de solidariedade (esta instituição até móveis recebe)! Vais num bom caminho, estás a "destralhar" bem! Alguma vez te arrependeste de algo que deste?

Maria Maria disse...

Eu não consigo. Cada coisa que tenho representa um momento vivido, uma alegria ou até uma tristeza. Já fiz tantas tentativas e todos os dias penso que tenho que fazer mais uma. É-me tão mas tão difícil.

Miss I. disse...

Conheço muitas pessoas assim, que não conseguem desfazer-se de nada, têm muito apego às suas coisas! Mas nem as coisas que representam situações menos boas se consegue desfazer? Não se sente mais livre? Tem de tentar mesmo! Se bem que, se tiver espaço para todas as "tralhas" deixe-as estar quietinhas! Já me arrependi de algumas coisas que dei, mas acabo por pensar que farão mais falta a outras pessoas!

R. disse...

Bom, eu preciso de começar a "destralhar" algumas áreas cá de casa, especialmente roupas... As minhas, que o marido não está psicologicamente preparado para fazer isso às deles :D
Coisas de que me será sempre difícil de separar: livros, revistas de culinária e revistas de viagens...
Por acaso, uma das coisas que queria fazer esta semana era "destralhar" a gaveta da roupa interior e dos lenços/écharps... Mas "tá difícil" ;)

Miss I. disse...

É preciso fazer isso de vez em quando! Eu sinto-me tão bem quando o faço! O meu namorado deu-me carta branca para fazer nas coisas dele! Mas deve averiguar quando estiver nos sacos! Pensa que darás lugar a outros livros, revistas novas! E pensa que essas coisas que já deste uso farão mais falta a outras pessoas! Olha, agora lembraste-me dessa, ainda não destralei a roupa interior! Obigada! Se quiseres dou-te uma ajuda! Temos sempre tanta coisa em casa, nem chegamos a dar uso de tudo!

Débora disse...

Anda, anda cá destralhar a minha casa! Por favor!!!
Ainda ontem dizia isso à Daniela: http://tpm.blogs.sapo.pt/447856.html
:)
Beijinhos!! E obrigada pelas visitas frequentes! Ultimamente não tenho tido grande tempo para leituras, mas já tenho cá vindo ;)

Miss I. disse...

Se quiseres eu vou! Mas olha que eu sou perigosa! Eu gosto de fazer o destralhamento! Oh de nada, eu vou lá porque gosto muito do teu blog! Já te acompanhava mesmo antes de ter criado aqui o estaminé! Obrigada pelas visitas!

Beijinhos*

Verinha disse...

Eu cá guardo tudo!! Pronto ou quase tudo, não guardo lixo, ou coisinhas insignificantes tipo porta chaves, coisas estragadas e tal.
Mas por exemplo tenho roupa de quando tinha 15 anos, a maior parte ainda me serve (ainda não percebi se isto é bom ou mau lol) claro que a maior parte não a uso lol
Também tenho a maior parte dos meus livros desde o 7º ano até ao 12º e tenho todos os apontamentos do 12º ano. e olha que para a universidade deram-me já imenso jeito! Também tenho trabalhos que fiz na creche e postais que me enviaram quando era pequenina (enviaram-me um postal quando fiz 1 ano, alguém envia postais a crianças de um ano?! lol, pronto também era dirigido aos meus pais além de mim)
Eu guardo tudo, penso sempre que um dia me pode dar jeito! lol

Miss I. disse...

A sério??? Lool, isso não vale a pena guardares! É bom claro! Ainda a tens?? Olha pelo menos estás cheia de recordações! Eu também se não a tivesse dado, de certeza que me serviria! Os livros dei todos! Os trabalhos do infantário tenho, mas estão em casa dos meus pais! Fogo, mas estou chocada! Tens mesmo todas as coisas! Tu és mesmo daquelas que guarda tudo, tudinho!! Olha um dia podes rever! Eu já me arrependi de dar algumas coisas, mas a verdade é que acabo sempre por dar novamente! A verdade é que um dia acabam por ter alguma utilidade! Fazes bem!