sexta-feira, 6 de abril de 2012

Gestão Doméstica

Antes de ter criado aqui o estaminé, já há muito que lia muitos blogues, muitos dos que eu sigo, ou todos, ainda continuam na minha preferência, outros deixei de ler porque simplesmente é só pipoquices! Isto tudo, para dizer que dou os parabéns a muitas bloggers que se tornaram verdadeiras gestoras domésticas, estão quase preparadas para gerir uma empresa, acabando por ser um tanto ao quanto semelhante, apenas numa dimensão mais pequena! A criação de um orçamento é um pouco complexa, e só poderá ser perfeito se for mesmo anotado todas, todas as despesas! Mas será que ainda há por aí alguém à nora para fazer um orçamento doméstico? Caso haja, digam-me que eu estou disponível para vos dar umas dicas, ou até criar um!




6 comentários:

Nessie disse...

Eu aponto tudinho, ou quase! ;) lol
Basicamente só não entram mesmo as despesas miúdas de todos os dias (cafés, lanches da manhã, etc) mas aponto o valor semanal que gastamos, por isos até acaba por entrar! ;)

Miss I. disse...

Fazes muito bem! Uma gestão é mesmo assim! ´Dá é mesmo muito trabalho! Dou-te mesmo os parabéns por o fazeres! Eu vou começar a fazer o meu, vou ver onde cometo os meus deslizes -.-

ce. disse...

Eu por cá uso o sistema de envelopes e duas contas bancárias.Uma conta tem o emprestimo, luz agua gas condominio seguros... cai o meu vencimento e com um ficheiro excel faço a gestão dessa conta ao ano.Na outra fica o que sobra do vencimento do meu marido e de onde sai a poupança mensal ( não é uma fortuna,mas grão a grão...).Do resto do vencimento dele ponho nos envelopes o supermercado, as despesas pessoais, o gasoleo e as eventualidades ( o que possa aparecer, roupa para a princesa...)
bj e bons orçamentos...

Miss I. disse...

É realmente um bom método, antigo, mas é bastante viável! Vocês não precisam que vos explique nem dê dicas de nadas, vocês fazem todas umas ótimas gestões! Por cá, temos apenas uma conta de cada um e dividimos as despesas!


Beijinhos

ce. disse...

Antigo????Mas eu sou tão novinha :) ehehhe :)
Não sei se é antigo ou não, mas posso-te dizer que há muita gente que se admira ( principalmente no meu trabalho), como é que conseguimos com os nossos vencimentos ainda poupar e viver bem!Será porque não foi a crise que me ensinou a viver?? Será porque sou amiga da marmita há 12 anos?Ou porque comprei um apartamento pequeno em que a minha maior preocupação na altura ( 10 anos atrás) era que a prestação nunca ultrapassasse o salário minimo?porque juntei dinheiro para dar de entrada no carro ( unico) que temos?porque quando casamos só tinhamos o quarto e a cozinha e estivemos 2 anos a ver televisão na sala sentados em almofadas???

Nunca fui rica, nem nunca o quis parecer nem ser...faz-me muita confusão que haja gente com filhos que não saiba fazer um orçamento ( base essencial para gerir uma casa)...

Bj grande, já recebo as tuas actualizações...,e Boa Pascoa!

Miss I. disse...

Sim, isso do método dos envelopes já tem muitos anos, aliás, no tempo dos nossos avós e bisavós era assim, pelo menos na minha família era assim! Muitas pessoas nunca aprenderam a poupar, no tempo em que ainda não se falava tanto na crise, as pessoas o que ganhavam gastavam e hoje em dia não pode ser assim, e obviamente se se depararam com uma situação de desemprego, e não têm nenhumas poupanças, com o subsídio de desemprego torna-se insuportável aguentar tantos gastos! Fizeste tu muito bem em teres sido sempre assim poupada! Também me orgulho por ser poupada!

Já recebes? Alguma coisa marada aconteceu, porque eu não fiz nada, não percebo!

Beijinhos